Embora a maior parte dos bebés prematuros cresça com aptidões normais, a incidência de deficiências sensório-motoras é mais alta neles do que nos bebés nascidos após o tempo normal de gestação. Os avanços nos cuidados neonatais vêm proporcionando maior sobrevivência de bebés de risco, especialmente os prematuros, aumentando cada vez mais a necessidade da intervenção precoce.

  Na intervenção precoce, a Fisioterapia tem como objectivo o desenvolvimento de competências físicas, através da estimulação do sistema sensório-motor.

  O fisioterapeuta procura desenvolver capacidades motoras através de técnicas terapêuticas de neuro-estimulação e neuro-desenvolvimento. Desde o nascimento, é essencial proporcionar à criança vivências de movimentos e posturas normais, com o objectivo de prevenir a instalação de padrões de movimentos anormais que possam vir a ser prejudiciais.

  As crianças atendidas em programas de intervenção precoce necessitam de menor assistência no futuro, já que nenhuma fase do desenvolvimento motor será tão rápida como a de zero a um ano e oito meses, período este que o bebé terá maiores possibilidades de se normalizar, remediando eventuais deficiências no desempenho motor e auxiliando a criança a desenvolver suas capacidades de forma plena.

 

Intervenção Precoce

PT

+351 936 897 140

+351 289 864 578

  • Facebook Round
  • Blogger Round
  • Google Square
  • YouTube Square